Fechamento de caixa, a conta não está batendo?

Se as contas não estão batendo no final do expediente é sinal que alguma coisa está muito errada!

 

Sistema pdv - Fechamento de caixa

 

Um estabelecimento comercial que tem o objetivo de vender não pode se dar ao luxo de perder dinheiro, certo? Por isso mesmo é que a operação de fechamento de caixa deve ser realizada com seriedade e muito cuidado!

FECHAMENTO DE CAIXA significa verificar se o valor presente no caixa (dinheiro, cheques, comprovantes de operações com cartões, vales, vouchers, etc) confere com todas as movimentações realizadas durante o período em apuração (compra, venda, repasses financeiros e pagamentos) realizadas durante o expediente de trabalho.

 

Para evitar defasagens no fechamento do caixa é necessário que a empresa possua uma metodologia de trabalho, porque quando as falhas no registro das transações financeiras não são sanadas a tempo podem surgir problemas maiores.

Para que a empresa tenha um maior controle de seu fluxo de caixa, além do fechamento do caixa, é importante (mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

4 tipos de custos de estoque que precisam ser levados em consideração

Estoques existem porque suprimento e demanda são difíceis de sincronizar perfeitamente e leva-se tempo para comprar e transportar os materiais até que cheguem ao consumidor. Assim, ao serem posicionados na cadeia de suprimentos, os estoques permitem que uma empresa reduza o tempo de suprimento para atender sua demanda.

Se você tem dúvidas sobre o que é gestão de estoque, clique aqui!

Estoques servem para:

  • Melhorar o nível dos serviços
  • Incentivar economia na produção
  • Permitir economias de escala em compras e no transporte
  • Agir como proteção contra aumento de preços
  • Proteger a empresa de incertezas na demanda e no tempo de reposição
  • Servir como segurança contra contingências.

 

Estoque - calcular custos

 

 

A rotatividade do estoque é usualmente empregada para indicar a velocidade do giro de capital e verificar se o estoque está dentro de limites aceitáveis. A rentabilidade de uma empresa é significativamente influenciada pela qualidade (mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

O que você não sabia sobre TEF?

TEF é uma abreviação para Transferência Eletrônica de Fundos.

Cada vez mais comum em nosso dia a dia, a transferência eletrônica de fundos ganhou grande aceitação devido às inúmeras vantagens que trazem tanto para os comerciantes quanto para os clientes.

TEF - Transferência eletrônica de fundos

 

Se por um lado o comerciante realiza as operações com mais rapidez e eficiência, por outro ele conta também com maior segurança do que através de recebimentos em cheque (por causa de fraude) e em dinheiro, que normalmente expõe o estabelecimento a grandes riscos de assaltos ou mesmo de desvio por parte de funcionários mal-intencionados.

Mas não estamos aqui falando de maquininhas de cartão, essas portáteis (CIELO, REDECARD, etc), que são muito utilizadas em restaurantes, postos de gasolina, empresas de delivery e por pequenos estabelecimentos, e que não necessitam de um software de gerenciamento – as operações que são realizadas nelas não possuem qualquer integração com o gerenciamento do estabelecimento, uma vez que todas as operações de crédito e débito são realizadas separadamente do caixa. Os valores são digitados manualmente, o cliente coloca a senha e o estabelecimento precisa guardar todos os comprovantes para poder manter controle sobre as operações da loja.

(mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

As empresas de varejo (venda direta ao consumidor) também estão obrigadas a emitir NF-e?

Nota Fiscal Eletrônica é um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar, para fins fiscais, uma operação de circulação de mercadorias ou uma prestação de serviços, ocorrida entre as partes. Sua validade jurídica é garantida pela assinatura digital do remetente (garantia de autoria e de integridade) e a Autorização de uso fornecida pelo Fisco

Nota fiscal eletrônica - NFE

Em regra, as operações de venda direta ao consumidor não estão obrigadas a emitir NF-e, exceto nas operações destinadas à órgãos públicos, de comércio exterior e para destinatários localizados em unidade da Federação diferente daquela do emitente.
Caso a empresa de varejo também atue (mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

5 dicas para se livrar de estoque encalhado

Tem estoque encalhado?

Assim é complicado… Seu capital de giro fica comprometido e a mercadoria fica parada no estoque!

Como se livrar de estoque encalhado

 

Então: O que fazer para se livrar do estoque encalhado?

Uma boa estratégia para recuperar seu investimento é criar promoções. Mesmo diminuindo a margem de lucro, você está liberando capital para poder negociar novas mercadorias, e a preços melhores.

E melhor… As pessoas gostam de compartilhar promoções, indicando sua loja para sua rede de conhecidos e você tem a chance de conquistar novos clientes.

Sendo assim, não perca tempo!

Siga essas dicas práticas para vender os produtos que estão tomando (mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

Checklist: Como fazer inventário de estoque?

 

dicas para fazer controle de estoque de maneira fácil!

 

 

O inventário de estoque é a representação de tudo que a empresa tem disponível para realizar entregas a seus clientes. Se o estoque não tiver um controle eficiente, a empresa poderá gastar dinheiro de maneira desnecessária com compra equivocada de estoque ou faltar mercadoria para entregar a um cliente.

Confira abaixo nossas dicas para fazer o inventário de estoque da sua empresa.

 

Gestão de estoque. Valorização do estoque

 

  • Primeiro é necessário definir a periodicidade com que o inventário será realizado, e isso deve ser feito pensando na rotatividade de seu estoque. Estoques com maior rotatividade devem ser inventariados em tempos mais curtos, principalmente se o controle que a empresa tiver não for realizado através de softwares integrados aos terminais de venda. Leve em consideração também que o inventário deverá ser realizado quando não existirem itens aguardando a conferência para a reposição.
  • Os estoques devem estar localizados em espaços organizados e suficiente para que todos as mercadorias possam ser acomodadas em condições ideais, evitam-se quebras e perdas.
  • Os itens devem ser acomodados em categorias, facilitando sua localização, principalmente em estabelecimentos pequenos que não utilizam sistemas de retaguarda para seu gerenciamento (esses sistemas costumam possuir tabelas de identificação do local onde as mercadorias estão estocadas).
  • Os registros devem ser feitos sempre de forma padronizada, e cada mercadoria deve ser identificado por um código único a fim de evitar duplicidade de registros.
  • Faça a contagem de todos os itens, mesmo aqueles que, por serem muito pequenos, são agrupados em caixas ou compartimentos.
  • Faça uma lista de todos os itens em estoque.
  • Conte e registre a quantidade de cada produto em estoque (inclusive os itens de consumo). Mas os controles de tipos de estoque diferentes devem ser feitos separadamente, ok?
  • Identifique o valor unitário de cada item e, em outra coluna, calcule o valor em estoque, multiplicando-se a quantidade de cada um pelo valor unitário.

(mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

7 operações que necessitam de um sistema para emissão de NF-e

A NF-e substitui a nota fiscal modelo 1 e 1-A em todas as hipóteses previstas na legislação em que esses documentos possam ser utilizados. Isso inclui, por exemplo: a Nota Fiscal de entrada, operações de importação, operações de exportação, operações interestaduais ou ainda operações de simples remessa.

Nota fiscal eletrônica - NFE

Nota Fiscal Eletrônica é um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar, para fins fiscais, uma operação de circulação de mercadorias ou uma prestação de serviços, ocorrida entre as partes. Sua validade jurídica é garantida pela assinatura digital do remetente (garantia de autoria e de integridade) e a Autorização de uso fornecida pelo Fisco, antes da ocorrência do fato gerador.

 

Muitas empresas, visando diminuir custos, utilizavam o sistema gratuito (mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

8 Motivos para adquirir um sistema PDV homologado imediatamente

 

Melhor sistema PDV

 

Você tem um comércio e ainda não se decidiu sobre adquirir um sistema pdv homologado?

Veja então as razões que apresentamos para você:

 

  • Emissão do documento fiscal (ECF/NFC-e ou CF-e SAT)

    • assim evitará multas: Há muitos anos que CONFAZ tornou obrigatório um sistema para controle dos ECFs , o PAF-ECF. O ECF substituiu a emissão manual das notas fiscais ao consumidor. Desde então, os sistemas de emissão de documentos fiscais vem sofrendo algumas alterações. Hoje os comércios devem optar pelo PAF-ECF, SAT-CFE ou NFC-e, dependendo do estado onde estiver sediado o estabelecimento. Daí a necessidade de contratar um sistema homologado e que funcione em todo o território nacional!

 

 

  • Agilidade na venda:

    • Sem dúvida alguma um sistema de frente de loja bem desenvolvido garante ao estabelecimento uma agilidade maior nas vendas, garantindo facilidade de acesso às telas, busca de informações dos produtos cadastrados no sistema, controle das vendas e estoque. Tudo isso integrado!

(mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

Inventário de estoque – Muito cuidado nessa hora!

Sistema de frente de loja Vixen. O melhor sistema para manter o controle total da sua loja e do estoque

O estoque de uma empresa é uma das fontes de recursos mais importantes para o negócio como um todo, isso porque a comercialização de seus produtos é a fonte de lucro de empresa. Por isso, ter uma contabilidade precisa dos produtos que estão estocados, sua organização e a melhor distribuição desses itens são iniciativas que podem gerar um alto impacto financeiro em seu negócio, aumentando a rentabilidade e otimizando processos.

Por outro lado, a falta de controle de estoque certamente vai influenciar (mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

Como um sistema pode te ajudar no controle de estoque

Sistema de frente de loja Vixen. O melhor sistema para manter o controle total da sua loja e do estoque

 

Estoque Mínimo, também chamado de estoque de segurança, é a quantidade mínima que deve existir em estoque, para manter ininterrupto o fluxo de venda e/ou consumo.

Deve-se ter bastante critério e bom senso ao dimensionar o estoque de segurança. Nunca esquecer que ele representa capital empatado e inoperante.

Gestão de estoque. Valorização do estoque

 

Na prática, para se estabelecer o estoque mínimo de cada produto ou material é necessário saber:

  • Consumo no decorrer dos dias (como experiência, faça um gráfico mensal)
  • Tempo necessário para novos itens estarem disponíveis em estoque
    • Prazo para requisição e compra (interno)
    • Prazo de entrega oferecido pelo fornecedor
    • Prazo para conferência e reposição no estoque (interno)

Assim, sabendo qual a periodicidade de vendas e/ou consumo e o tempo para reposição, será possível definir qual a quantidade mínima que o empreendimento deve possuir em estoque.

Bom, seria ótimo se o dia a dia fosse assim… Só que não!

Na prática, o que acontece é que (mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais