História da Internet e a mudança no comportamento

Comecei a elaborar este texto separando uma série de informações de datas e locais determinantes na “criação” da Internet quando me dei conta que o assunto aqui deveria ser abordado de forma diferente… Não importa discutir datas e locais, mas sim os contextos que nos trouxeram até o momento atual da informação e da comunicação.

A Internet como é conhecida hoje teve um desenvolvimento muito rápido. No Brasil, ela foi aberta comercialmente nos anos 90 – 25 anos de Internet no Brasil!

Muitas das pessoas que estão lendo este texto já nasceram no mundo da Internet. (Não me incluo nesse grupo, rsrs, mas abafa o caso, certo?)
O que importa é a progressão das formas de comunicação até o ponto que temos hoje: tudo rápido, imediato, impessoal (por mais pessoais que as redes sociais pareçam ser).

“A revolução da microinformática aconteceu e afetou milhões de pessoas. Levou-nos a lugares que mal podíamos imaginar. Estamos todos iniciando outra grande viagem. Para onde, também não temos certeza, mas uma vez mais estou convencido de que essa nova revolução afetará um número ainda maior de pessoas e nos levará bem mais longe. As principais mudanças dizem respeito à maneira como as pessoas vão se comunicar entre si. Essa revolução iminente nas comunicações trará benefícios e problemas muito maiores do que a revolução da microinformática” Bill Gates, em seu livro “A Estrada do Futuro”, de 1995.

 

Os computadores começaram a surgir no tempo da Revolução Industrial
(algumas máquinas foram inventadas até antes). Não computadores como os que utilizamos agora, mas máquinas que obedeciam a algum comando, alguma forma de programação. As primeiras máquinas eram comandadas por cartões perfurados cuja leitura pelas máquinas gerava pulsos elétricos que, dentro do circuito, determinavam um comando. Os primeiros grandes computadores (década de 40) já estavam mais aperfeiçoados e não só geravam comandos simples, mas também guardavam e processavam informações.
Os primeiros computadores de uso geral surgiram para resolver problemas locais, vamos dizer assim. Cada computador era uma máquina com vida própria, e solitária. Os calculadores eletrônicos se transformaram em cérebros eletrônicos. Era nesses computadores que grandes empresas armazenavam e processavam suas informações.

Cena do filme Amor eletrônico, com Spencer Tracy e Katharine Hepburn. Filme sobre os primeiros computadores

 

A meu ver, todo processo histórico começa, ou se desenvolve, a partir da premissa de que “A necessidade aguça o engenho”. Grandes invenções foram criadas nos tempos de guerra. Grandes computadores foram criados e se desenvolveram em tempos de Revolução Industrial, com sua necessidade de mecanização de processos para de aumento da produção e velocidade de obtenção de informações.
A partir desse momento, os computadores começaram a ter seus processadores melhorados e seu tamanho diminuído, até chegar aos hoje modernos smartphones, tablets e notebooks.
Munidos de computadores, grandes empresas e governos sentiram a necessidade de melhorar a comunicação e troca de informações… Em 1969 começaram a surgir as primeiras redes de computadores. Na década de 70, muitas instituições científicas, universidades e governos começaram a conectar suas redes. Na década de 90 (1995 no Brasil) a Internet começou a se abrir para uso comercial.

A mesma revolução e desenvolvimento que ocorreu nas máquinas e computadores incidiu também sobre as demais áreas humanas e tecnológicas. A população mundial cresceu a passos largos, o que foi favorecido pelo desenvolvimento na medicina e saneamento. Aumento da população requer também edificações mais rápidas… etc. Grandes cidades se formam, profissionais cada vez mais especializados, tráfego, consumo, um volume enorme de informações sendo produzidas… Logicamente estou falando aqui de maneira bem simplista…

Mas veja que, de 50 anos para cá o ritmo de vida mudou radicalmente.

O que veio antes: o ovo ou a galinha… Difícil. Da maneira que o mundo e suas relações aceleradas estão atualmente eu arriscaria afirmar que a galinha já veio pronta dentro da casca! Brincadeira (acho que nem preciso dizer…). Só estou querendo mostrar como nasceu um sentimento de urgência, necessidades que precisam ser satisfeitas imediatamente!
Multi-telas. Homem conectado a várias telas. Tecnologia da Informação
É assim que somos atualmente. E, apesar de ter nascido em uma época bem diferente, quando ainda nem existia INTERNET, eu me coloco nesse bolo: fico muito brava quando a Internet está lenta, reclamo de 5 minutos de atraso no consultório médico, fico sempre conectada, respondendo a e-mails, ao mesmo tempo que falo com os clientes no Skype, que participo de discussões no whatsapp, produzo conteúdo para os blogs.
Chega ao cúmulo de, durante uma viagem com um grupo de amigos agora no começo do ano, uma viagem de moto – minha atividade preferida, eu estar na garupa da moto, com chuva e o celular na mão, vendo previsão de tempo, caminhos e acertando reserva de hotel.
Ah… Stress total!? Não. Não é stress… Assim como boa parte das pessoas, utilizo a tecnologia para me ajudar a resolver mais rapidamente minhas necessidades… E reclamando, quando no meio de uma Serra no Paraná, faltou sinal de Internet! (aí sim é stress)
É assim… Ficamos acostumados a ter tudo ao alcance das mãos… Tudo mesmo. O que não está aqui eu posso pedir, posso comprar ou facilitar o acesso!
Basta “dar um google” que a resposta vem rapidinho!
Mas onde a Google se encaixa nessa história? Ahá! Esse é o assunto do post da próxima semana. Volte sexta-feira que vem, ok?

CURIOSIDADES
O filme AMOR ELETRÔNICO, de 1957 (um filme muito bom, dirigido por Walter Lang, com Spencer Tracy e Katharine Hepburn) ilustra muito bem o impacto que os primeiros computadores trouxeram à vida das pessoas e o medo de serem substituídos pela máquina.

Para ficar mais ligado ainda, assine nosso blog e curta nossa página no Facebook!
Ah, deixe seu comentário, opinião e sugestão nos comentários, ok? Vai ser bem legal se pudermos ampliar essa discussão!

Otimização de sites, Links Patrocinados, Midias Sociais. Divulgação de sites na Internet

Share

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2017 BLOG – PWI Sistemas e Web Design - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio

Share