O que você não sabia sobre TEF?

TEF é uma abreviação para Transferência Eletrônica de Fundos.

Cada vez mais comum em nosso dia a dia, a transferência eletrônica de fundos ganhou grande aceitação devido às inúmeras vantagens que trazem tanto para os comerciantes quanto para os clientes.

TEF - Transferência eletrônica de fundos

 

Se por um lado o comerciante realiza as operações com mais rapidez e eficiência, por outro ele conta também com maior segurança do que através de recebimentos em cheque (por causa de fraude) e em dinheiro, que normalmente expõe o estabelecimento a grandes riscos de assaltos ou mesmo de desvio por parte de funcionários mal-intencionados.

Mas não estamos aqui falando de maquininhas de cartão, essas portáteis (CIELO, REDECARD, etc), que são muito utilizadas em restaurantes, postos de gasolina, empresas de delivery e por pequenos estabelecimentos, e que não necessitam de um software de gerenciamento – as operações que são realizadas nelas não possuem qualquer integração com o gerenciamento do estabelecimento, uma vez que todas as operações de crédito e débito são realizadas separadamente do caixa. Os valores são digitados manualmente, o cliente coloca a senha e o estabelecimento precisa guardar todos os comprovantes para poder manter controle sobre as operações da loja.

Os sistemas de TEF funcionam integrados ao sistema de gerenciamento da loja.  O TEF possui conciliação com os recebimentos dos bancos e relatórios em tempo real, ou seja, é bem mais organizado.

As maiores vantagens de utilização do TEF, além do citado acima consistem no fato de que  facilita a conciliação de vendas e não requer que o varejista guarde recibos comprovantes de cada transação. O TEF permite que o varejista aceite uma variedade grande de cartões, pois é multiadquirente (trabalha com diversas bandeiras).

Se o fluxo de transações é muito intenso, você quer aceitar todas as bandeiras e não quer ter dor de cabeça com a Receita Federal, o TEF é a melhor opção! Ele suporta várias transações com segurança e rapidez além de funcionar integrado ao sistema de emissão de documento fiscal.

Utilize sempre o meio de captura que se adapta melhor ao seu tipo de estabelecimento. Em alguns estados, o TEF é obrigatório para determinados tipos de estabelecimentos, em outros, não. É importante consultar a legislação do seu Estado.

 

Transferência eletrônica de fundos - TEF

 

 

Temos mais informações importantes para você:

Dados sobre utilização e

As Vantagens e Desvantagens de cada forma de pagamento!

Qual a melhor forma de recebimento na frente do caixa?

 

FacebookTwitterGoogle+

Heloisa Gaspar

Analista de SEO como profissão; Motociclista por opção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


8 + = doze

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>