4 tipos de custos de estoque que precisam ser levados em consideração

Estoques existem porque suprimento e demanda são difíceis de sincronizar perfeitamente e leva-se tempo para comprar e transportar os materiais até que cheguem ao consumidor. Assim, ao serem posicionados na cadeia de suprimentos, os estoques permitem que uma empresa reduza o tempo de suprimento para atender sua demanda.

Se você tem dúvidas sobre o que é gestão de estoque, clique aqui!

Estoques servem para:

  • Melhorar o nível dos serviços
  • Incentivar economia na produção
  • Permitir economias de escala em compras e no transporte
  • Agir como proteção contra aumento de preços
  • Proteger a empresa de incertezas na demanda e no tempo de reposição
  • Servir como segurança contra contingências.

 

Estoque - calcular custos

 

 

A rotatividade do estoque é usualmente empregada para indicar a velocidade do giro de capital e verificar se o estoque está dentro de limites aceitáveis. A rentabilidade de uma empresa é significativamente influenciada pela qualidade (mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

5 dicas para se livrar de estoque encalhado

Tem estoque encalhado?

Assim é complicado… Seu capital de giro fica comprometido e a mercadoria fica parada no estoque!

Como se livrar de estoque encalhado

 

Então: O que fazer para se livrar do estoque encalhado?

Uma boa estratégia para recuperar seu investimento é criar promoções. Mesmo diminuindo a margem de lucro, você está liberando capital para poder negociar novas mercadorias, e a preços melhores.

E melhor… As pessoas gostam de compartilhar promoções, indicando sua loja para sua rede de conhecidos e você tem a chance de conquistar novos clientes.

Sendo assim, não perca tempo!

Siga essas dicas práticas para vender os produtos que estão tomando (mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

Checklist: Como fazer inventário de estoque?

 

dicas para fazer controle de estoque de maneira fácil!

 

 

O inventário de estoque é a representação de tudo que a empresa tem disponível para realizar entregas a seus clientes. Se o estoque não tiver um controle eficiente, a empresa poderá gastar dinheiro de maneira desnecessária com compra equivocada de estoque ou faltar mercadoria para entregar a um cliente.

Confira abaixo nossas dicas para fazer o inventário de estoque da sua empresa.

 

Gestão de estoque. Valorização do estoque

 

  • Primeiro é necessário definir a periodicidade com que o inventário será realizado, e isso deve ser feito pensando na rotatividade de seu estoque. Estoques com maior rotatividade devem ser inventariados em tempos mais curtos, principalmente se o controle que a empresa tiver não for realizado através de softwares integrados aos terminais de venda. Leve em consideração também que o inventário deverá ser realizado quando não existirem itens aguardando a conferência para a reposição.
  • Os estoques devem estar localizados em espaços organizados e suficiente para que todos as mercadorias possam ser acomodadas em condições ideais, evitam-se quebras e perdas.
  • Os itens devem ser acomodados em categorias, facilitando sua localização, principalmente em estabelecimentos pequenos que não utilizam sistemas de retaguarda para seu gerenciamento (esses sistemas costumam possuir tabelas de identificação do local onde as mercadorias estão estocadas).
  • Os registros devem ser feitos sempre de forma padronizada, e cada mercadoria deve ser identificado por um código único a fim de evitar duplicidade de registros.
  • Faça a contagem de todos os itens, mesmo aqueles que, por serem muito pequenos, são agrupados em caixas ou compartimentos.
  • Faça uma lista de todos os itens em estoque.
  • Conte e registre a quantidade de cada produto em estoque (inclusive os itens de consumo). Mas os controles de tipos de estoque diferentes devem ser feitos separadamente, ok?
  • Identifique o valor unitário de cada item e, em outra coluna, calcule o valor em estoque, multiplicando-se a quantidade de cada um pelo valor unitário.

(mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais

Como um sistema pode te ajudar no controle de estoque

Sistema de frente de loja Vixen. O melhor sistema para manter o controle total da sua loja e do estoque

 

Estoque Mínimo, também chamado de estoque de segurança, é a quantidade mínima que deve existir em estoque, para manter ininterrupto o fluxo de venda e/ou consumo.

Deve-se ter bastante critério e bom senso ao dimensionar o estoque de segurança. Nunca esquecer que ele representa capital empatado e inoperante.

Gestão de estoque. Valorização do estoque

 

Na prática, para se estabelecer o estoque mínimo de cada produto ou material é necessário saber:

  • Consumo no decorrer dos dias (como experiência, faça um gráfico mensal)
  • Tempo necessário para novos itens estarem disponíveis em estoque
    • Prazo para requisição e compra (interno)
    • Prazo de entrega oferecido pelo fornecedor
    • Prazo para conferência e reposição no estoque (interno)

Assim, sabendo qual a periodicidade de vendas e/ou consumo e o tempo para reposição, será possível definir qual a quantidade mínima que o empreendimento deve possuir em estoque.

Bom, seria ótimo se o dia a dia fosse assim… Só que não!

Na prática, o que acontece é que (mais…)

FacebookTwitterGoogle+

Leia Mais